Blog


Valorização imobiliária: morando em um verdadeiro investimento

Publicado em 03 de Maio de 2021 às 10:57 AM

 

Comprar um imóvel sempre foi mais que apenas escolher um local para morar. Diferente de outros bens, que tendem a perder valor à medida que são utilizados, o inverso pode acontecer no mercado imobiliário. É possível que um imóvel multiplique seu valor ao longo do tempo, de acordo com o que acontece no seu entorno ou com aquilo que você decide fazer no local.


Recentemente, um caso que exemplifica bem esse processo ganhou destaque em Miami. O casal Roni e Sam Jacobson, moradores de Star Island, venderam sua mansão de frente para o mar por 21 milhões de dólares, cerca de nove meses após comprá-la por $12 milhões, alcançando uma valorização de 75%.


A família Jacobson aproveitou o momento em que o mercado imobiliário da Flórida, que vive uma explosão desde o final de 2020. Algo muito parecido está acontecendo com a Barra da Tijuca e a tendência é que perdure.


O crescimento já vem acontecendo desde que a Zona Oeste foi escolhida para receber a infraestrutura de transporte e lazer para os Jogos Olímpicos do Rio. Esse potencial ficou guardado até que a crise no mercado imobiliário passou e o Rio de Janeiro voltou a crescer. Segundo pesquisa do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi-Rio), a Barra da Tijuca registrou no final de 2020 o maior número de vendas residenciais, alcançando, ainda, o terceiro lugar em Valor Médio da Negociação.

 

Fonte: https://therealdeal.com/miami/2021/04/15/star-island-buyers-flip-waterfront-home-for-21m/

Fonte: https://therealdeal.com/miami/2021/04/15/star-island-buyers-flip-waterfront-home-for-21m/


O mercado imobiliário aponta que um novo impulso foi dado no último ano. O isolamento social criou novas necessidades, tanto dentro como fora de casa. Muitos passaram a precisar urgentemente de um cômodo dedicado ao home office, enquanto outros passaram a valorizar ainda mais os bairros que têm opções de lazer ao ar livre. Áreas comuns e serviços de condomínios hoje são a certeza de não cruzar com aglomerações.


São mudanças impostas por um momento de crise mundial, mas eles passarão assim que superarmos a crise? Os especialistas dizem que não. Outras pandemias mundiais deixaram marcas que perduraram em diversos aspectos e não será diferente agora. As grandes empresas de tecnologia do Vale do Silício apontam para o trabalho híbrido - parte em casa, parte no escritório - como a nova norma. Com o Ensino à Distância não deve ser diferente.


Escolher a Barra da Tijuca agora é estar preparado para o novo normal justamente onde a qualidade de vida é prioridade. Se precisar vender mais à frente, ou mesmo se você pensa na expansão do seu patrimônio quando decide comprar um imóvel, o investimento pode ser dos melhores: para morar, para alugar ou para vender no futuro, Miami e Barra têm muito em comum, agora mais que nunca.

 

Voltar